Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Vamos ajudar a Genny e a Gui (by Raquel)

por Raquel, em 31.10.14

Ontem ao ouvir esta notícia na tv, não fui capaz de esconder as lágrimas. 

Concerteza que todos vós, já sois conhecedores da triste notícia de um casal português que foi viver para o Dubai à procura de uma vida melhor, mas o destino trocou-lhes as voltas. E neste momento, lutam contra o tempo para salvar a filha recém-nascida apenas com 25 semanas de gestação e com os elevados custos que o hospital lhes está a obrigar a pagar.

Como mãe, apelo a todos que por aqui passam que ajudem de alguma forma, seja monetariamente, seja partilhando esta notícia, para que muitos mais os possam ajudar.

É-me de todo impossível imaginar a angústia e a aflição destes pais.

Vamos colocar-nos no lugar deles e talvez aí seja mais fácil ajudarmos.

Para isso, já existe uma conta aberta:

0035 0655 0000 1439 200 65, em nome de Eugénia Queiroz.

https://www.facebook.com/ajudar.genny.gui?fref=nf

margarida

 

"Ontem, revirei a despensa à procura do peso da Margarida. 410 gramas. Queria 410 gramas. Ali estava. Peguei na lata incrédula. Envolvi o alumínio em pano, para me abstrair do frio e das arestas. Fechei os olhos. Margarida! Como é possível? Como embalar 410 gramas? Como suportar a incerteza de cada instante, sob o peso esmagador destes 410 gramas?

Assim nasceu a Margarida. Ou melhor, nasceram-na. Cesariana de emergência às 25 semanas de gestação. As circunstâncias da vida ficam a dever-lhe 15 semanas. As circunstâncias da vida deixam os pais da Margarida a dever uma fortuna incomportável ao hospital, longe, muito longe de casa, no Dubai, para onde se mudaram, como tantos portugueses, nestes tempos de má memória, em perseguição do concreto, tão concreto como o que vestem e comem, ou não fossem os sonhos um luxo interdito.

Sonhemos, então, com o elementar: a vida da Margarida. Tomemos os seus 410 gramas como ponto de partida. Apoiemos estes pais – o Gonçalo e a Genny, ainda ensombrada pelo risco da sua própria situação clínica, ainda internada, certa de que não terá como pagar os cuidados que agora lhes prestam, a ela e à filha, lá longe, muito longe de casa.
É de peso a nossa força, gigantesca a nossa dimensão de portugueses! Somos nós e esses 410 gramas."

Texto de Sílvia Roque Martins

 

Tags:

publicado às 14:53


2 comentários

De marrocoseodestino a 31.10.2014 às 21:46


Soube desta noticia, hoje no Face e acabei por partilhar. Irei contribuir, pois colocando-me no lugar daquela família fico arrepiada só de imaginar o sufoco que estão a passar.
Impossível ficar indiferente.

De Raquel a 05.11.2014 às 15:31

Ainda bem que há pessoas que não ficam indiferentes a este tipo de situações.

Comentar post




Página Vida de Mãe




COMENTáRIOS RECENTES

  • A Hipster Chique

    Incrível... Uma realidade difícil de controlar...

  • K. Clara Branco

    ops...campo minado! xDConfesso que não sei bem com...

  • Heidiland

    As crianças têm umas saídas muito engraçadas.

  • Ligia Vieira

    Quais são as fraldas do continente que usas? Já us...

  • Sam

    Para quem gosta de redes sociais e quer ganhar uns...

  • familiavieiraribeiro

    O miúdo já foi exposto em demasia!!! Retiraram mas...

  • Raquel

    Mesmo e no que ainda estará por vir se assim conti...

  • Raquel

    Acho que tudo tem a ver com a educação que lhes da...

  • Raquel

    Todas as crianças têm "saídas" destas.

  • Raquel

    Pois, e pelos vistos o vídeo já não está aqui.




calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Pesquisar

  Pesquisar no Blog