Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ir de viagem

por Life Inc, em 28.03.13

Viajar com bébés/crianças tem que lhe diga! Credo, tanta coisa para levar!

 

Cama de viagem, banheira portátil, cadeira de refeições, roupa, roupa de cama, mil e uma coisas de higiene e saúde, brinquedos... comida!!!

 

Estou assoberbada e até uma lista tive de fazer para ver se não me esquecia de nada! Sem falar da aventura que será tentar enfiar tudo no carro!

 

Boa Páscoa!!!

 

xoxo

cindy

publicado às 19:08

Roupinhas

por Life Inc, em 27.03.13

Quem já não se sentiu tentada a comprar uma data de roupinhas lindas para os seus rebentos? É que as roupinhas minis são uma perdição!

 

Quando fiquei grávida da Pinypon comecei por comprar os básicos - bodys, babygrows, interiores... Uma amiga que tinha sido mãe no ano anterior deu-me imensa coisa e assim poupei bastante dinheiro. Roupinhas impecáveis que até já lhe tinham dado a ela mas que por serem de boa qualidade serviram perfeitamente e estavam como novas.

 

Hoje em dia, há pouca qualidade na roupa, não é só na dos nossos pequenotes, a roupa dos graúdos também se vira mais para o consumismo rápido e não para a durabilidade. E às vezes somos tentados pelo mais barato mas que em 2 ou 3 lavagens parece um pano de limpar o pó.

 

Do que já pude apreciar, marcas como a Benetton são uma boa aposta nas malhas e algodões. Duram bastante, vão a lavar e saem impecáveis e as malhas nem borboto ganham! Se formos a ver os preços não são muito proibitivos e então se comprarmos em saldo, aí sim, fica muito mais barato. E têm sempre coisas giríssimas! Na Zara, gosto de comprar calças e algumas t-shirts mais engraçadas. Têm roupa mais clássica para quem de tal gostar e a secção de menina é imperdível. Na H&M, os básicos, interiores e o calçado são as palavras chaves. Na Primark destaco os interiores cujo algodão é fantástico e mesmo após inúmeras lavagens está impecável. Do resto da roupa já não aprecio tanto porque acho sempre tudo muito folclórico. Da minha mãe e da minha tia vou recebendo roupinhas da Lanidor kids, Petit Bateau, Petit Patapon, Laranjinha e Knot. Realmente são marcas mais caras mas a qualidade é também muito boa.

 

Dicas de compras: sempre que possível, aproveitar os saldos e comprar para a estação seguinte ou mesmo para o ano seguinte! Poupa-se muito dinheiro!

 

Quais as vossas marcas preferidas?

 

xoxo

cindy

Tags:

publicado às 09:43

Sou uma tia babada

por Raquel, em 24.03.13

Sou tia de 9 crianças e adoro.

Gosto particularmente, quando deparo com a preferência dos miúdos para ficarem em minha casa, seja para brincar, comer ou dormir e agora que eles estão de férias não faltam crianças a correr pela casa.

É muito bom, sentirmos aquele carinho retribuído e aquela alegria constante e contagiante vindo da parte deles.

Mas, do que mais gosto mesmo, é quando me pedem para entrar nas brincadeiras deles...às vezes sinto que sou tão criança quanto eles.

Só tenho pena que estejam a crescer rápido demais e esta magia vá desaparecendo aos poucos.

 

publicado às 22:48

Do início da leitura

por Raquel, em 19.03.13

Faço Pause na Meo. No ecrã diz PARADO. 


Ouço o Rúben dizer: 
"Mãe, ali diz: PA - Pa RA - Ra DO - Do.


Eu: "Agora junta tudo e lê a palavra"
Ele: "PA..RA...DO!"

E assim, com 5 aninhos e sem ainda ter entrado para a escola, já começa a ler como gente grande!

♥ ♥



publicado às 20:08

O dilema da sopa

por Anabela, em 18.03.13

Não é nada fácil. O rapaz tem uma aversão à sopa, que aumenta a cada dia que passa. Antes, ainda comia se fosse passada, mas agora nem isso. Ele nunca foi de comer bem, nem sopa, nem peixe, nem  carne. Para ele bastava que existisse bolachas, nestum, iogurtes e leite. Já lá vai o tempo de uma colher para o Nody, outra para o Ruca...nessa fase ainda o enganava!

Por isso, pais que têm filhos que comem bem, nem sabem o benefício que isso é!

publicado às 20:41

Lógica pura... e crua!

por Raquel, em 18.03.13

Num julgamento de divórcio, o casal disputa a guarda do único filho. A mãe, muito emocionada, tenta-se defender:
- Excelentíssimo Juíz...Esta criança foi gerada dentro de mim...Ela saiu do meu ventre, portanto eu mereço ficar com ela!
O Juíz passa a palavra para o marido, que resolve usar o seu lado lógico:
- Senhor Juíz, responda-me a uma pergunta: quando eu coloco uma moeda numa máquina de refrigerantes, a latinha que sai é minha ou da máquina???


{#emotions_dlg.lol}{#emotions_dlg.lol}{#emotions_dlg.lol}

publicado às 18:56

Apresentação

por blogando-me1, em 18.03.13

 

Antes de mais, o meu muito obrigado à Sara pelo convite. Fiquei um pouco reticente em aceitar, pois sou mãe, tal como todas vós, mas de uma "menina" de 23 anos e um "menino" de 15 {#emotions_dlg.default}. Como tal o tempo das fraldas, chuchas e afins já passou há uns tempitos. Deparo-me agora com as crises do adolescente cá de casa, namoros e coisas que tais {#emotions_dlg.lol}. Mas se a minha experiência for ajuda para alguma de mães, estarei à disposição e olhem que passei muitos sustos com estes dois, desde internamentos, operações, desaparecimentos e daquelas saídas de faze corar qualquer uma {#emotions_dlg.blushed}..... Sou a Fernanda, tenho 46 anos e dois filhos maravilhosos e já agora haverá coisa melhor que ser mãe {#emotions_dlg.drool}.....

publicado às 11:25

O primeiro beijo

por ecovel__s, em 16.03.13

Eu nem sei bem como começar...

 

Bem, eu estava no shopping com o meu príncipe T (DE 10 MESES!) e encontrei uma amiga e a sua filha (DE 2 ANOS!).

E, depois do "Olá, então tudo bem?" seguiu-se aquele ritual do "dá beijinho à menina, dá! E agora ao menino, vá... dá beijinho ao menino!"

Se há coisa que eu odeio desde criança, é que aquilo a que chamam educação me "obrigue" a dar beijos a quem não me apetece dar e, por isso, tratei logo de deixar a criança à vontade para não dar beijinhos a ninguém, se fosse essa a sua vontade.

Pois bem, a mim não quis ela dar beijinhos... mas ao príncipe, já quis! E não é que, com muita convicção, arrancou-lhe a chupeta da boca e deu-lhe um beijinho na boca?! Muito meigo (e inocente, espero) mas ainda assim muito atrevido! O T aparentemente gostou e lançou-lhe imediatamente um grande sorriso... eu é que não sei, se gostei se não gostei...

 

Sinceramente, ainda não sei muito bem o que pensar disto!

 

 

publicado às 23:28

Há pais muito estúpidos!

por Raquel, em 15.03.13

E que  são mais estúpidos que os pais que deixaram as filhas dormir à porta do P. Atlântico, pensava que não era possível, mas é. 

 

Durante as longas horas de internamento no Hospital assiste-se a todo o tipo de conversas, as que se ouvem no corredor entre profissionais, as que se ouvem dentro do quarto, entre profissionais e os outros pais e claro que há coisas que nos marcam mais que outras. 

 

No segundo dia do internamento deixamos de estar sozinhos no quarto e passamos a ter a companhia de uma menina.

 

Quando o médico veio receber a paciente fez, como é claro, imensas questões aos pais sobre o histórico da filha e especialmente os últimos dias. Ouço o médico perguntar:

 

-"Fumam?"

 

(o pai calou-se) a mãe respondeu:

 

- "O pai fuma!"

 

- "E fuma dentro de casa pai?"

 

- "ahhhh, ora bem,... ahhh, dentro de casa, só na cozinha!"

 

(o médico adverte para ter cuidado e nunca fumar dentro de casa) E eu que pensava que isso era mais que óbvio!

 

-"E no carro fuma pai?" pergunta-lhe directamente o Dr. 

 

-O palerma do pai encolhe-se todo e cala-se... segundos depois ouço-o responder:

 

-"Raramente!"

 

-" Não sejas mentiroso, diz a verdade!" acusa-o a esposa. 

 

- "Fuma sim senhor doutor. Já lhe disse imensas vezes para não fumar com as meninas no carro mas ele diz que como ela vai atrás não apanha com o fumo. Eu bem lhe digo que não devia fazer isso!"

 

(o pai continua todo encolhido e vergonhoso) 

 

Ouve um breve raspanete do médico mas tenho para mim que lhe entrou a 100 e saiu a 200. 

 

E no fim dou comigo a pensar:

 

Talvez não seja de todo descabido aplicar a lei da proibição de fumar dentro do carro. Já que existem pais mais criançolas e irresponsáveis que os próprios filhos!

 

 

Sara

publicado às 21:12

Está na hora do soninho...

por Life Inc, em 15.03.13

Se há coisa custosa nisto da maternidade e paternidade são as noites mal dormidas ou mesmo em claro. Ninguém está preparado para isso. Ainda me lembro do primeiro mês: eu dormia das 11h às 2h mais ou menos e ficava o pai de serviço, depois hora da maminha e lá ia eu. E claro, ia tentando dormir durante o dia, quando ela dormia.

 

Uma das coisas mais importantes para um bébé é a rotina. Convém desde logo estabelecer a ordem das coisas, principalmente à noite. É assim que o bébé regulará os sonos e aprenderá a distinguir o dia da noite, por exemplo. E saberá com o que pode contar, o que o deixará seguro e tranquilo.

 

Claro que não há receitas mágicas e cada bébé é um bébé mas cá em casa foi resultando e pelos 2 meses a Ponypon já dormia umas boas horas seguidas de noite. Que sossego! A rotina era massagem+banhoca+mamoca e cama!

 

Os intervalos foram-se alargando com o passar dos meses, até que passou a mamar apenas uma vez por noite. Quando mudou para o seu quartinho, aos 6 meses ainda mamava de noite mas quando introduzi a sopa ao jantar, pelos 7 meses, passou a dormir a noite toda. E é muito importante que eles aprendam a dormir sozinhos e quando acordarem de noite a readormecer. Para isso, convém não os tirar do berço mal choram, ir lá e mostrar que lá estamos mas nada de embalar, a não ser que estejam doentes ou com algum desconforto. No fundo, tentar sossegá-los e fazê-los sentir em segurança!

 

Hoje em dia a nossa rotina funciona assim:

 

19h30 - banhoca!

20h00 - sopinha de peixe;

21h - mamoca de sobremesa;

21h30 - está a dormir!

 

Experimentei dar o jantar à hora do banho e dar banho só pelas 21h, seguida de mamoca mas não resultou. Ela ficava cheia de sono e depois não dormia bem.

 

E assim fica até de manhã. Claro que os hábitos de sono dos bébés não são sempre os mesmos. Por exemplo, aquando o nascimento dos dentes de baixo passámos umas noites muito complicadas, com ela a choramingar. Mas depois passou.

 

Por isso aquela expressão " dormir que nem um bébé" deve ter sido inventada por quem nunca foi pai!

 

Bons sonhos!

 

xoxo

cindy

 

PS: Deixo aqui este link da Sociedade Portuguesa de Pediatria sobre o assunto.

Tags:

publicado às 12:33

Pág. 1/3




Página Vida de Mãe




COMENTáRIOS RECENTES

  • Raquel

    Pois! ;(

  • Raquel

    Certo, David. :)

  • David Marinho

    Alguns paizinhos é que não educam os filhos, infel...

  • A Hipster Chique

    Incrível... Uma realidade difícil de controlar...

  • K. Clara Branco

    ops...campo minado! xDConfesso que não sei bem com...

  • Heidiland

    As crianças têm umas saídas muito engraçadas.

  • Ligia Vieira

    Quais são as fraldas do continente que usas? Já us...

  • Sam

    Para quem gosta de redes sociais e quer ganhar uns...

  • familiavieiraribeiro

    O miúdo já foi exposto em demasia!!! Retiraram mas...

  • Raquel

    Mesmo e no que ainda estará por vir se assim conti...




calendário

Março 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




subscrever feeds