Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um vídeo maravilhoso... um parto em casa! (by Mãe Etc)

por ecovel__s, em 01.06.13


Hoje descobri este vídeo, que achei lindo e verdadeiramente inspirador.

Pessoalmente, tenho pena que em Portugal exista um só local público (é verdade, existe e é em Setubal) onde respeitam os direitos da mulher e tornam possível um parto como este... não em casa, mas igualmente na água.

Não sei o que pensam sobre isto... 

Mas eu, não tive a possíbilidade de optar por um hospital privado que acedesse aos meus direitos desejos. Não pude, em trabalho de parto, dizer que não queria deitar-me imóvel numa maca. Não pude negar-me à epsiotomia.

Não sei o pensam sobre isto... Mas a mim, revolta-me um bocadinho.

Espero que gostem do vídeo, tanto ou mais que eu.


publicado às 00:12


7 comentários

De Life Inc a 01.06.2013 às 16:34

Eu achei o video lindo... fiquei de lágrimas nos olhos e cheia de vontade de partir para um segundo... adoro famílias grandes. É engraçado como estivemos as duas no mesmo sítio e a experiência foi diferente. Haveria tanto a dizer sobre isso, um dia destes deito mãos ao trabalho e escrevo aqui. O que é certo é que o parto tanto pode ser uma experiência fabulosa como um trauma...

xoxo
cindy

De ecovel__s a 01.06.2013 às 21:26

O governo devia pagar-nos para que desse-mos a nossa contribuição para o aumento da natalidade! :)


É verdade... há muito a dizer sobre este tema! Tanto, que tenho preguiça de aprofundar mais o assunto. :) Gostava que este post servisse, pelo menos, como ponto de partida para a discussão.
Só depois do T nascer e ao aperceber-me como as coisas são na realidade, na prática, é que comecei a pensar melhor nestas coisas, nestes direitos que têm sido negados à mulher (muitas vezes, sem razão nem explicação). A minha experiência de parto divide-se em duas fases. Todo o trabalho de parto e nascimento do T (a fase boa) e o após nascimento do T (a fase má). Como em todo o lado, existem bons e maus profissionais e eu acho que tive apenas algum azar. Felizmente, não considero ter tido uma experiência de parto traumática mas tenho "ouvido" relatos verdadeiramente assustadores.
Este é um assunto que me revolta um bocadinho, como tantos outros sobre situações que, na minha opinião, precisam de se alterar. 






De Tagarelices ao Vento a 01.06.2013 às 22:45

Pois é, este assunto dá muito que falar. Tens razão, havia de haver mais hospitais que nos desse a escolher a forma como queremos ter os nossos filhos. Quando estava grávida da Vicky li um livro de uma médica inglesa "Método para um  parto suave" que referia isso mesmo, as mulheres podiam escolher qual o parto que queriam, se queriam colocar música, tomar epidural.... ela defendia que os partos na água eram menos dolorosos e quase nunca era necessário realizar episiotomia, o que facilitaria a recuperação da mãe pós-parto.
Em Portugal ainda não se respeita as grávidas.
O meu parto não foi muito doloroso, mas tomei epidural e no fim de ter a minha filhota  vi que me iam dar os pontos e questionei se me tinham cortado, ao qual a enfermeira me respodeu que sim e referiu que fazem isso a todas as grávidas. Acho mal, pois por vezes nem deve haver necessidade, isto tornou-se uma rotina.
Também sou da opinião que o Governo nos devia pagar para sermos mães.

De Life Inc a 03.06.2013 às 09:29

Por acaso no meu parto não me fizeram a episiotomia. Levei pontos, poucos, mas só nos locais onde a pele rasgou... Depende dos hospitais e dos profissionais!

xoxo
cindy

De ecovel__s a 04.06.2013 às 12:58

Fico contente por saber que há profissionais, na Maternidade Júlio Dinis, que não partem para a epsiotomia porque "é assim que se faz... porque é rotina!" :)

De Sara a 03.06.2013 às 12:16

A mãe deve desde cedo pesquisar a melhor opção para ter o seu filho, eu por exemplo nunca quis parto normal. Nem do 1.º  nem do 2.º e não me arrependo nada. Na sala de partos ainda tentaram que fosse normal mas os meus dois rapazes não "desciam" (tenho um útero que não dilata)... E acabou por ser como eu queria. Mas admito que os profissionais ainda ficam reticentes a deixar a mãe confortável com essa opção. 


Nota: AMEI O VIDEO!!!

De ecovel__s a 04.06.2013 às 13:14

Pois... há uns tempos atrás faziam-se demasiadas cesarianas, agora são capazes de olhar de lado para a mulher que expressa a vontade de fazer uma. 

Comentar post




Página Vida de Mãe




COMENTáRIOS RECENTES

  • Kelly

    ops...campo minado! xDConfesso que não sei bem com...

  • Heidiland

    As crianças têm umas saídas muito engraçadas.

  • Ligia Vieira

    Quais são as fraldas do continente que usas? Já us...

  • Sam

    Para quem gosta de redes sociais e quer ganhar uns...

  • familiavieiraribeiro

    O miúdo já foi exposto em demasia!!! Retiraram mas...

  • Raquel

    Mesmo e no que ainda estará por vir se assim conti...

  • Raquel

    Acho que tudo tem a ver com a educação que lhes da...

  • Raquel

    Todas as crianças têm "saídas" destas.

  • Raquel

    Pois, e pelos vistos o vídeo já não está aqui.

  • omeumaiorsonho

    Horrivel mesmo , onde chegamos Meu Deus ;(




calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30


Pesquisar

  Pesquisar no Blog